terça-feira, 31 de março de 2009

Recomendo no Cairo


Grande Bazar Khan al-Khalili

Grande Bazar Khan al-Khalili

Museu Egípcio


Entrada de Igreja no Casco Antíguo


Ruínas de Babilônia

Vista da Cidade dos Mortos (ver pirâmides ao fundo na foto abaixo)




Esfinge de Menfis


Ramsés II, em Menfis





Pirâmides



Faluca pelo Nilo


- Passeio pelo Nilo (de Cruzeiro ou se não puder, como eu não pude, um passeio rápido de faluca, veleiro típico do Egito).

- Pirâmides de Giza, especialmente a visita interna a Kéops.

- Cidade dos mortos: mescla incrível entre edificios de luxo, tumbas e casas. Onde se hospedavam os refugiados da zona do Canal de Suez durante as guerras.

- Antiga capital Menfis e templos de Ramsés II.

- Mesquita de Alabastro o de Mohamed Alí (rei de 1805 a 1848), em estilo otomano, e é igual às mesquitas de Estambul. A tumba dele se encontra na mesquita (o lutador de box americano adotou seu nome quando se converteu ao islamismo).

- Cairo antigo: Há resquícios da fortaleza romana chamada Babilônia, conquistada pelos árabes quando estes chegaram ao Egito em 640. Nesta área também há inúmeras igrejas, dentre elas, a Igreja de São Sergio (Abu Serga), dos séculos III e IV e foi construída onde a Sagrada família descansou em sua viagem ao Egito. Aliás, caso se tenha interesse, pode-se visitar o Cairo seguindo a rota da Sagrada Família que passou 6 meses no Egito, fugida de Herodes. Também é interessante visitar a Igreja de São Jorge, que está no local onde ele foi preso e torturado. Na verdade, São Jorge era um soldado romano que se converteu ao Cristianismo e por isto foi perseguido; a vitória sobre o dragão é um símbolo da vitória sobre o mal.

- Museu Egípcio: Múmias, Tesouro encontrado na tumba de Tutacamon, entre outros.

- Grande Bazar Khan al-Khalili: Mercado aberto onde se encontra de tudo. Para conseguir qualquer coisa, é necessário pechinchar, na maioria das vezes os preços são mais do que o dobro do preço real. Compras típicas: Cartuchos faraônicos com possibilidade de gravar nomes em hieróglifos, tapetes egípcios, tecidos, algodão e seda egípcia, chilabas (vestido típico), turbantes, tudo relacionado a dança do ventre (só permitida às egípcias depois do casamento), vidro pintado a mão mesclado com dourado, papiro (feito da folha de papiro, utilizado antigamente como papel artesanal e convertido em arte, pintado a mão), ouro e prata, shisha (típico fumo misturado com ervas).

- Gastronomia típica: Frutas do mediterrâneo e tropicais como manga e goiaba, Sucos naturais e coquetéis; Pão pita; Ful (habas); Falafel (croquetas de habas e verduras); Kochary (prato mesclado de arroz, pasta, lentilhas e salsa de cebola e tomate); Molukhya (sopa de verdura); Kebab (pincho de cordero a la brasa);
Kofta (carne moída de cordeiro); Shawarma (sanduíche de cordeiro ou frango assado, com verdura, pão de hot dog ou pão pita); Fatir (pizza egípcia, meio esquisita. Cheia de salsicha ou atum, ou um ingrediente doce, se enche de queijo, azeitona, tomate e se esquenta no forno); Muitos doces; Chá ou café turco.

9 comentários:

anlene gomes disse...

cristina, lindas fotos e boas dicas! beijos

Dentro da Bota disse...

Adorei!!!!
Espero que um dia sobre tempo para visitar este lugar maravilhos!!!
Bacione!!!

Gi!

Anônimo disse...

Que legal, Cris! O Egito está entre os meus planos de futuras viagens. Que tal? Bom mesmo?

Beijosss!!!
Claudia Lucena

a estrangeira (Cristina Alcântara) disse...

Eu adorei. É uma viagem muito interessante, diferente sem dúvida. Dizem que ou se ama ou se odeia. Faço parte do primeiro grupo. Beijos,

Isabella Albuquerque disse...

Fotos maravilhosas. E a maré baixa vai passar....

mateussz disse...

Oi Cristina!
Adorei o blog e as fotos!
Valeu por seguir o "pra viajar"!!
Voltarei mais vezes!!
Abraço

Christianne Alcântara disse...

Lindas, Toco!
Estarei aí em Madri daqui a alguns dias. Agora é contagem regressiva, amore!
Saudades.
Bjs.
Nane

Dentro da Bota disse...

Feliz Pascoa....
gi, Roma..

a estrangeira (Cristina Alcântara) disse...

Voltem sempre e feliz páscoa, atrasado hehehe.
Cris