sábado, 16 de maio de 2009

Gata madrileña y San Isidro











Ontem foi feriado por aqui, dia de San Isidro, padroeiro de Madri. Apesar de todas as ótimas indicações que vimos no “On Madrid” do El País, no “Todo Madrid” y no “Es Madrid no Madriz”, resolvemos sair sem planos para La Latina e ver o que rolava. É um bairro que adoro, uma galera descolada, point de todas as tribos, com bares maravilhosos e muita gente na rua. Em um deles tinha uma bandeira do Brasil, em outro, marca da BrahmaChopp, em outro, música de Gilberto Gil tocando, e assim as referências brasileiras me acompanham no Mundo de cá. Passamos um bom tempo nos bares da Calle Cava Baja. Fomos de ônibus e metrô para podermos ficar também mais à vontade para beber (alcohol). Adoro andar de transporte público por aqui, é uma tranqüilidade. O que me incomoda muito ainda é o fumo nos bares, há uma tolerância social enorme quanto ao tema, e o praxe é fumar e permitir que se fume. Além do mais, tenho rinite alérgica e para mim é fatal, pero ñ tem jeito, hay que se acostumbrar. Como há muitas terrazas, mesas nas calçadas e muita movimentação a céu aberto, deu pra respirar entre um bar e outro. Aliás, faz um tempo fenomenal, nem muito quente nem muito frio, agradabilíssimo. Os bares e as ruas da La Latina estavam especialmente cheios. No fim da noite, demos um rolé na Plaza Mayor, onde estava havendo uma apresentação ao ar livre. Mas o melhor da noite foi no Bar El Madroño, alguns senhores y senhoras vestidos a caráter, cantando, sem acompanhamento, músicas espanholas típicas do festivo. Lembrei-me das farras nos mercados do Recife, dos ensaios dos blocos que cantam frevo-canção, aqueles senhores(as) do Bloco da Saudade, cantando e dançando fantasiados. Aliás, tinha muita gente fantasiada, com roupas típicas madrileñas, especialmente os mais velhos e muitas crianças. A cultura de um povo é algo bonito de se ver e importante de se preservar. Ontem, me sentí quase uma "local". Deixei um pouco minha estrangeirice de lado, e saí de copas, a la “gata madrileña”, de bar em bar. Foi divertidíssimo. No próximo San Isidro, se ainda estiver por essas bandas, irei fantasiada... É. Pode ser. Quem sabe?!

4 comentários:

Gisela disse...

Olá Cristina muito legal o seu blog! Gostaria de conversar com vc, pois estou vendo a possibilidade de fazer uma pós graduação aí em Madrid ano que vem. Será que vc poderia dividir um pouco de seua experiência comigo? Meu e-mail é: glisboacunha@yahoo.com.br.

Abraço, Gisela.

a estrangeira (Cristina Alcântara) disse...

Gracias, Gisela. Quando quiser, escreva com suas dúvidas, vale? Te enviei um email pro teu correo electrónico. Abraço.

Glenda Dimuro disse...

Ah, essa festa parece ser legal também. Já estive em Madrid algumas vezes, mas nunca tive a oportunidade de ir nesse bairro...quem sabe da próxima? Abração!

a estrangeira (Cristina Alcântara) disse...

Glenda, La latina é muito legal, bem pertinho do Sol. Abc,