segunda-feira, 12 de maio de 2008

O mundo de cá é Metade...



É metade entusiasmar-se, é metade relutar. É metade querer ficar, é metade querer partir. É metade explorar, é metade sentir. É meio bossa nova, mas mais ainda é flamenco. É metade descabelar, é metade resistir. É agonia e é alegria.
Mais do que tudo, o Mundo de Cá é recomeço.
E recomeçando, lembrei-me do meu ídolo de adolescência (quando eu apenas começava), e da sua “Metade”, tantas vezes atribuída a Vinicius.

http://br.youtube.com/watch?v=ujQoUEdXr_8

2 comentários:

a estrangeira disse...

"Que linda, essa poetinha! Você vai voltar fazendo o maior sucesso como compositora!! Essa terra tá te inspirando, Cris!

E eu vou dizer: "oxe, já cantei muito com ela num barzinho de cerveja barata e promoção de frango com queijo empanado, e ainda tenho gravado no meu celular. paga pra escutar?"

Saudades das nossas farrinhas!

Bjs, mari"

a estrangeira disse...

O comentário anterior foi postado pela estrangeira sob protestos, ou porque a farrista em questao estava farrando (que redundância, imperdoável!),ou estava muito apressada para jogar o futebol de toda quarta (eita!, hoje é quinta), ou porque... ah! tem que trabalhar, né?! Pede pra Lú, que ela te ensina! Beijos, saudades.